Paralisia Facial Periférica

É um problema que se manifesta com a diminuição ou a perda dos movimentos dos músculos da face, “rosto paralisado”. Geralmente acomete um dos lados, porque temos o nervo facial direito e o nervo facial esquerdo, o lado do nervo facial doente ficará com a alteração dos movimentos. Além do nervo facial controlar os músculos da face ele também emite ramos que controlam outras funções, como o músculo estapédio responsável por enrigecer os ossículos do ouvido e desta maneira nos proteger de sons muito intensos. Também emite ramos que participam no controle das glândulas salivares e lacrimais. Então uma lesão no tronco do nervo facial que comprometa a função todos os seus ramos geraria:

  1. Paralisia facial unilateral
  2. Sensibilidade a ruídos intensos
  3. Olho seco
  4. Boca seca

Uma lesão do nervo facial após a saída dos ramos, por exemplo, uma lesão por um tumor da glândula parótida geraria apenas a paralisia facial.

Existem várias causas para a paralisia facial e as principais são:

  1. Paralisia de Bell
  2. Trauma
  3. Neurite do nervo facial (inflamação do nervo)
  4. Tumores (neurinoma, carcinoma de parótida);
  5. Doenças do ouvido (otite, colestatoma, glômus …)
  6. Doença de Lyme (bactéria transmitida por um inseto)
  7. Síndrome de Ramsay-Hunt (vírus herpes)
  8. Autoimune (granulomatose de wegener, esclerose múltipla, guillain-barré…)
  9. Congênita (moebius, melkersson- Rosenthal, uso materno na gestação de isotertinoína)

A paralisia facial pode aparecer isoladamente como único sinal, mas pode apresentar outros sintomas associados que são muito importantes para definir a sua causa exata. O diagnóstico pode ser complementado em alguns casos por exames de sangue, exames de imagem , testes auditivos e testes da condução elétrica do nervo facial.

O tratamento

O tratamento pode ser através de medicamentos específicos (ex: paralisia facial por doença de Lyme é tratada com prednisona e antibióticos como doxiciclina, amoxicilina ou ceftriaxona) em alguns casos através de cirurgia (ex: tumor de parótida, cirurgia para descompressão do nervo facial) , mas quando a causa exata não é determinada ou a doença não possui um tratamento específico podem ser tomadas medidas gerais como uso de antiinflamatórios da família dos corticosteroides , fisioterapia e toxina botulínica.

2022-01-30T14:43:26-03:00
Go to Top