A Articulação Temporomandibular ( ATM ) é considerada uma das articulações mais complexas existentes no corpo humano e um dos sistemas sinoviais mais fascinantes do nosso fisiologismo, por envolver a mandíbula, que é um osso único, a dois ossos diferentes localizados no crânio, que são os ossos temporais direito e esquerdo. Além dessa complexa estrutura óssea, o “complexo ATM” é formado de uma gama de estruturas musculares, ligamentosas e capsulares, atreladas à oclusão dentária.

Essas estruturas todas são regidas por um complexo mecanismo de controle neurológico e são totalmente dependentes no seu funcionamento.

Responsável por múltiplas funções, e extremamente adaptativa, a ATM pode sofrer ao longo do tempo, com sobrecargas advindas da força oclusal inadequada, de hábitos parafuncionais, da hiperatividade muscular, de traumas e infecções, além de uma postura corporal viciosa, principalmente aquelas relacionados a posição de cabeça e coluna cervical, dos pacientes que apresentam o hábito de respirar pela boca ao invés do nariz, os denominados respiradores bucais.

Composta por estruturas ósseas e cartilaginosas, ligamentos e músculos, é responsável por inúmeras funções complexas como a mastigação e deglutição, postura da mandíbula e da cabeça, além de contribuir na fala e auxiliar na mímica facial.

Condições de desequilíbrio que afetam o “Complexo ATM”, podem resultar em quadros de disfunção do sistema, com presença de dor e lesão tecidual, envolvendo não somente a musculatura, mas também estruturas intrínsecas como o disco articular, cápsula e a própria cabeça da mandíbula.

Estudos demonstram que a Disfunção Temporomandibular atinge todas as faixas etárias da população, desde idosos desdentados, com longos anos de uso de próteses totais, passando por adolescentes e adultos jovens, até crianças de tenra idade, neste caso ligada a hábitos parafuncionais como bruxismo, sucção digital, onicofagia e cuticulofagia.

O hábito de roer as unhas tem impacto importante no desenvolvimento de dores articulares nas crianças.

A dor na ATM é um sintoma muito prevalente e se confunde com a otalgia, levando alguns pacientes à procura pelo Otorrinolaringologista. Isto se deve à aproximação das estruturas e a mesma inervação das áreas, feitas pelo nervo Trigêmeo, no entanto são patologias diferentes, cujos tratamentos são conduzidos de maneira também diferenciadas.

Sintomas das Disfunções Temporomandibulares

Cefaleia, limitação da abertura bucal, estalidos ao abrir ou fechar a boca, desvio mandibular nas funções mastigatórias, dor facial e mandibular, dor ao redor da orelha, sensação de ouvido obstruído.

Em casos mais graves pode haver travamentos sem que haja a possibilidade do paciente abrir ou fechar a boca.

Tratamento

Após cuidadoso diagnóstico diferencial, entre disfunção miofascial ou articular, o Cirurgião-Dentista, especialista na área, terá em mãos, as ferramentas para definir o melhor tratamento a se implantar.

2022-01-30T16:00:18-03:00
Go to Top